english version
Recursos do Site


Fim Menu Principal
Malabo News

Cadastre-se e receba em seu e-mail, todas as novidades da Malabo APD.

( fim de malabo news )

Coisas a saber antes de comprar um Ridgeback

Embora o Rhodesian Ridgeback é uma raça relativamente rara, (em torno de 2,000 AKC registros por ano, comparado com 50,000 para raças como Rottweiler, Doberman, Labrador Retriever), existem alguns bons criadores que são membros do “Rhodesian Ridgeback Club of the United States” (RRCUS), e estão de acordo com o RRCUS código de ética.

O Código inclui algumas cláusulas importantes assegurando a continuidade da raça e também para proteger os compradores de filhotes.Essas cláusulas incluem os seguintes termos:

  • Um criador “ético” não se compromete a ter várias ninhadas com a intenção de obter um “estoque” for tirar proveito sem considerar a qualidade e saúde dos animais.
  • Um criador “ético” observa, estuda e pesa os pontos positivos e negativos de um macho procriador e uma fêmea procriadora e se torna um conhecedor das doenças genéticas da raça. Um criador “ético” é sincero na intenção de não acasalar animais com “defeitos” que possam prejudicar a saúde da ninhada.
  • Um criador “ético” informa seus compradores sobre dermoid sinus e como prevenir.
  • Um criador “ético” está sempre disponível aos compradores para consultas e futuras dúvidas mesmo depois da venda.
  • Um criador “ético” obterá o raio-X dos quadris de cães com potencial para serem procriadores e “usará” somente esses cães que tenham certificado negativo de displasia dos quadris.
  • Um criador “ético” obterá um certificado da OFA (Orthopedic Foundation for Animals) atestando que os quadris são saudáveis. Ou então uma do raio –X preliminar da OFA e fornecerá uma cópia desse certificado ao comprador que requerer.

    Evite comprar filhotes em “Pet shops”. Esses filhotes são produzidos tipicamente para serem vendidos em larga escala. Embora filhotes de “Pet shop” recebam seu registro do AKC, você deve saber que esse documento não implica em alguma garantia.Filhotes que são “produzidos” em larga escala não recebem a devida atenção quanto à doenças hereditárias como dermoid sinus, displasia dos quadris e temperamento.

    Geralmente você verá um anúncio de venda de filhotes de Rhodesian Ridgeback no jornal. Algumas vezes esses anúncios são feitos por criadores confiáveis.Contudo, geralmente esses anúncios são feitos por criadores de “fundo de quintal”. Este tipo de pessoa obteve um macho e uma ou duas fêmeas e procriam os pobrezinhos com a única finalidade de venda.Você pode achar esses criadores de “fundo de quintal” de algumas maneiras:

  • Se o vendedor tem problemas em lembrar sobre o pedigree do filhote que está à venda fique atento! Criadores que criam seus animais com o propósito de melhorar a sua prole será bastante familiar com o pedigree de seus filhotes e serão capaz de dizer o nome de registro da fêmea e do macho, nome dos avós da fêmea e do macho e até das bisavós. Pessoas que só querem vender filhotes geralmente não “lembrarão” desses fatos importantes.
  • Se o vendedor não sabe o que é uma dermoid sinus, fique atento. Esse é um problema genético comum na raça. Essa condição já é apresentada na hora em que o filhote nasce e um conhecimento considerável é desejado. A dermoid sinus pode ser removida em cirurgia, mas tem um custo relativamente alto. É uma condição genética e pode “vir’ em uma ninhada”.
  • Se o vendedor diz a você que displasia dos quadris não é um problema para os Ridgebacks ou que “isso não é um problema ao meu ver”, desconfie. Embora o incidente de displasia em Ridgebacks é muito menor do que em outras raças, ainda é em torno de 3%, significa que a chance de um filhote desenvolver essa condição é de um em trinta! A probabilidade de um filhote ter displasia dos quadris é muito mais reduzida se ambos os pais e avós tiverem o raio-X indicando negativa dessa condição.
  • Se o vendedor não está interessado em fornecer um atestado de garantia de boa saúde, desconfie.A maioria dos criadores “éticos” fornece garantias escritas que cobrem doenças genéticas como a dermoid sinus, displasia dos quadris e etc. Existem criadores confiáveis onde você pode certamente achar um filho com garantia. Então não há desculpas para comprar qualquer cachorro porque no final das contas você poderá terminar com uma conta veterinária alta por ter tido que remover uma dermoid sinus do seu cão.
  • Se o vendedor lhe diz que o filhote não possui o “redemoinho” (ridge) ainda, mas isso aparecerá mais tarde, fique atento. Um certo número de Ridgebacks nasce sem o “redemoinho” (ridge). Isso é causado por um defeito genético e alguns bons criadores estão querendo eliminar essa característica genética da raça.Você deve saber que o “redemoinho” (ridge) é completamente visível desde a hora em que o filhote nasceu.Se o filhote nasceu sem, ele nunca terá um.
  • Se o vendedor lhe diz que não faz diferença entre um animal com qualidade para exposições e um animal de qualidade fique atento. O propósito da exposição é obter julgamento independente de um número de juízes qualificados, se um cão é um ótimo representante da raça como medido pelo padrão de raça. Criadores que são sinceros e que querem melhorar a raça Rhodesian Ridgeback querem ter os melhores filhotes expostos nas exposições de cães e esperam que seus animais alcancem o “American Kennel Club championships”. Criadores de “fundo de quintal” dizem aos futuros compradores que aqueles cachorros para exposição são animais que desenvolveram essa habilidade e possuem problemas genéticos que resultarão em má saúde. A verdade é exatamente o oposto. Quando você compra um cachorro que a mãe e o pai são membros da “AKC champions”, evidenciado pelas letras “ch” para “champion” (campeão em inglês) antes do nome no registro deles você saberá que pelo menos três juízes diferentes e geralmente muito mais mediram o animal seguindo os padrões da raça e concederam o prêmio de campeão ao mesmo.

    Os melhores criadores fazem distinção entre um animal com “qualidade para exposição” e “cachorro de qualidade” e dão seus preços de acordo com o tipo de animal (cachorros para exposição geralmente têm o preço 30% a 50% mais caros eu o do cachorro de qualidade). Cachorro de exposição significa que o animal não apresenta falhas óbvias, que impossibilitariam o animal de ganhar o campeonato. Com o Ridgebacks, as falhas mais comuns são os “redemoinhos” (ridge) com defeitos (muito pequenos e menos que dois redemoinhos) e o excesso de branco. Outras falhas presentes são: rabos torcidos ou a mordida imperfeita. Falhas desse tipo são geralmente estéticas e não afetam a saúde do animal.

    Lembre se que o criador faz a decisão de que um filhote é “qualidade para exposição” quando o filhote é ainda muito novo (geralmente 7 ou 8 semanas). É preciso muita experiência para fazer esse tipo de previsão com confiança, uma razão irresistível para comprar um filhote de um criador que tenha não só uma experiência considerável com a raça, mas que também tenha um círculo de amigos que possam servir de consultores.