english version
Recursos do Site


Fim Menu Principal
Malabo News

Cadastre-se e receba em seu e-mail, todas as novidades da Malabo APD.

( fim de malabo news )

FAQ (perguntas e respostas)

Como é o Ridgeback junto com as crianças?
Com outros animais?
Como um cão de guarda?

O Ridgeback é extremamente tolerante e uma companhia excelente para as crianças. Contudo nenhuma criança deve ser deixada sozinha com qualquer cachorro.Um dos dois pode machucar o outro sem a intenção de fazê-lo. Crianças e filhotes devem ser supervisionados também, uma vez que os filhotes têm a mandíbula muito poderosa e dentinhos afiadíssimos como bisturis. Por causa do seu tamanho, Ridgebacks podem derrubar uma criança acidentalmente.

O Ridgeback é um animal que gosta de ter a companhia de outros cães. Tenha cuidado para não ter muitos machos – Isso pode causar brigas por causa de liderança. Eles podem ser bons com gatos se forem criados desde de pequenos. Mas extremamente ferozes quando tiverem que defender seu território de gatos e cachorros estranhos. O Ridgeback é um cão de guarda excelente e um bom protetor da família necessitando somente que o dono tenha o controle sobre a situação

Eles são barulhentos? Possuem algum mau hábito?

Ridgebacks só latem quando há alguma coisa que valha a pena latir (a menos que um tenha nascido com esse mau hábito). Eles são cães atléticos, e podem pular cercas altas facilmente. O dono deve tomar precauções para que isso não ocorra. Ótimos nadadores podem se tornar uma “dor de cabeça” se o dono não permitir que ele nade em sua piscina. Geralmente eles não têm o hábito de cavar buracos, mas podem abrir valas largas para escaparem do calor se forem deixados no quintal. Um pode se tornar um explorador e cães exploradores acabam sendo vítimas dos carros, mais uma razão para se ter um muro ou cerca apropriados.

Quando começarem a ter os primeiros dentinhos por volta de 4 meses e ½ até a segunda dentição, por volta dos 10 meses. Os Ridgebacks podem ser um tanto destrutivos com seus pertences se não tiverem nada que possa distraí-los. Brinquedinhos e ossos que são vendidos para essa finalidade são uma boa saída. Treinar o seu filhote para permanecer dentro de um cercado também é uma ótima idéia assim você pode deixa-lo lá quando não puder supervisioná-lo.

O Ridgeback é um bom cachorro para se ter em casa?

O Ridgeback é um cachorro extremamente limpo com pouco odor e que solta pouco pêlo. Sua capa densa de pelos curtos não permite que eles se soltem com facilidade. Em geral, o Ridgeback que é mantido dentro de casa solta pouco pêlo durante o ano todo ao contrário do mantido no quintal que soltará pêlo somente nas épocas de troca de pêlo. Eles não babam exceto quando estiverem prestes a comer. Eles são geralmente fáceis de serem treinados em casa e não são bagunceiros dentro de casa. Eles serão donos dos móveis a menos que seus donos treinem para que eles não subam em sofás, camas, poltronas etc. Uma cauda feliz e “abanante” poderá facilmente “limpar” a mesinha cheia de objetos de decoração e de bibelôs!

É um benefício treinar os Ridgebacks desde pequenos a não pularem em mesas e balcões com suas patas dianteiras. Os Ridgebacks podem ser exímios “surfistas de balcões” quando descobrem que a comida que está em cima do balcão não está sendo supervisionada. Ridgebacks que vivem com seus donos e são ensinados a se comportarem de maneira correta, são as melhores companhias do mundo!

Existe algum problema em relação a sua alimentação?

A maioria dos Rigdebacks possui um apetite voraz ! Eles babam um pouquinho quando a sua comida está sendo preparada. Os Ridgebacks sentem o faro da sua comida com muito entusiasmo. Conseqüentemente o seu dono deve monitorar o seu peso e cortar os excessos prevenindo a obesidade. Algumas vezes um armário fechado freia os instintos de um animal guloso. Você terá que se manter forte quando confrontar com uma carinha de fome do seu cão. Lembrem-se os Ridgebacks estão sempre com fome. Cabe a você julgar quando é verdade ou gula!

Quanto exercício o meu Ridgeback deve fazer?

Como qualquer cão de médio grande porte, os Ridgebacks precisam se exercitar diariamente.– uma “bagunça” no jardim, uma caminhada no parque ou algumas caminhadas de maior distância é o suficiente. Quanto mais exercício melhor.

Para mais diversão, dê uma olhada em : “Iniciando seu cão em eventos de performance.” Os Ridgebacks se sobressaem em cursos de obediência e agilidade . Dois cursos nos quais dono e cachorro se divertirão e trabalharão como um time.

Eles são muito enérgicos ou hiperativo.

Um Ridgeback filhote é sim muito cheio de energia. Mas ao passo que vão amadurecendo vão se tornando cães mais calmos. Um autor uma vez mencionou que eles podem estar felizes correndo pelo campo ou felizes dormindo aos seus pés. Em geral tornam-se cães calmos e comporta-se muito bem quando criados com crianças ou outros bichos de estimação.

De onde vem o redemoinho que possuem nas costas?

Os ancestrais do Rhodesian Ridgeback inclui um cachorro nativo da Africa do Sul. Um cachorro de tribo que era companheiro, caçador e possuía um redemoinho nas suas costas. Os colonizadores Europeus trouxeram junto com eles seus cães de caça que acasalaram com os cães que tinham o redemoinho nas costas. O redemoinho parece ser fator dominante e muitos caçadores descobriram que esse “cão do redemoinho” tinha uma habilidade excepcional para a caça e bom temperamento. Os caçadores começaram então a escolherem os cães que tinham o redemoinho e assim a raça surgiu.

Onde a raça se originou?

Ninguém sabe ao certo, mas uma teria plausível é a de que tribos que viviam na costa oeste possuíam um esquema de troca com as pessoas do litoral asiático. Quando os europeus chegaram ao leste da Africa, as tribos possuíam gado, bodes e ovelhas provindas das trocas com os asiáticos e muito provavelmente que os cães Europeus acasalaram com os cães da tribo. Algumas pessoas acreditam que o RR e o Thai Ridgeback são da mesma família e tem ancestrais em comum da ilha de Phu Quoc, as duas raças tem a mesma característica genética, o redemoinho e a dermoid sinus.

Eles realmente caçavam leões?

Sim. Quando a raça veio da Rodésia. Os grandes caçadores da época acharam que os Rigdebacks eram bons caçadores e os levavam consigo para as caçadas. Essa era a única raça que “segurava” os leões vivos para os caçadores.

Embora tenha ganhado a fama de Rei dos leões o Ridgeback é um cachorro que era mantido pelos fazendeiros para cuidar do gado, das ovelhas e acompanhá-los de vez em quando às caçadas.

Eles são bons para caça em geral?

O Ridgeback tem sido “usado” com sucesso para caçar alguns animais selvagens nos Estados Unidos, Canadá e México. São cães silenciosos e por isso só podem caçar se tiverem um sino na sua coleira assim eles são localizados facilmente. Eles nunca atacam a presa somente as cercam para que os caçadores terminem a caçada.

Os Ridgebacks tem algum problema genético?

Sim. Dermoid sinus, displasia dos quadris e cotovelos, problemas de tiróide e catarata são os mais comuns. É muito importante saber se os pais do filhote foram examinados para esse tipo de anomalia. O criador poderá te mostrar o certificado da “Othopedic Foundation for Animals certifications” (“OFA”). (Os números da OFA também são listados no registro do AKC se os pais do filhote foram examinados.) O criador também deve lhe mostrar a documentação do “Canine Eye Registration Foundation” (“CERF”) e relatórios que mostram os resultados de exame da tireóide ou do coração.

Quanto tempo os Ridgebacks vivem?

De 10 a 12 anos. Essa é uma boa média. Alguns Ridgebacks viveram até os 16 anos. Como todos os cachorros, boa saúde pode ser comprometida se não houverem cuidados dentários adequados e cuidados veterinários. Um bom dono sempre vigia seu animal observando se há algo de estranho indicando alguma doença.

O que devo esperar quando eu entrar em contato com um criador?

Quando você entrar em contato com um criador você provavelmente responderá a um questionário e terá que dizer por que quer comprar um Ridgeback, quais cachorros você já teve antes, quais são as instalações que você vai oferecer ao animal e como são, qual o seu estilo de vida. Suas respostas farão que o criador decida qual será o melhor filhote que ele tiver disponível para lhe oferecer se você ou para detectar se você tiver uma expectativa irreal do temperamento do Ridgeback. Ridgebacks não são Golden Retrievers de pêlo curto!

O criador também perguntará se você quer um cão de companhia ou um cão para competição e afins. Criadores geralmente separam os filhotes bons para companhia e os com potencial para competição. Pode haver detalhes no filhote que possam esconder sua carreira em competições. Ex: ângulo das pernas, um redemoinho mal formado, esses detalhes são importantes parao os juízes de competição e devem ser inforamados ao possível dono.

Um animal que não tem potencial para exposição, não deve ser diminuído ou considerado ruim e com certeza esse cãozinho lhe amará incondicionalmente como todos os cães!

O que eu devo receber de um criador quando for buscar meu filhote?

Quando for buscar seu filhote você deverá receber um “pacote filhote”. Os itens incluídos são: Contrato e/ou garantia, certificado de saúde feito por um veterinário, o pedigree e o registro do AKC ou o “papel azul”. A maioria dos criadores ainda fornecerá comida extra, água, se você tiver que viajar longas distâncias, amostras de remédios ou tratamentos para o verme do coração, se necessário. O criador lhe dará toda a informação necessária quando você precisar preencher qualquer documento. Se você estiver comprando um filhote para companhia, muitos criadores lhe fornecerão o contrato de castração para prevenir qualquer ninhada indesejada.

Leia sempre o contrato e discuta qualquer sobre as suas garantias antes de assinar qualquer coisa e antes de levar o filhote para casa. Se por algum momento você se sentir desconfortável com algum termo, deixe bem claro ao criador. Se os termos não forem favoráveis á você e ao filhote, não compre o cachorro.

O Rhodesian Ridgeback é um cão inteligente?

Algumas pessoas confundem a autonomia do Ridgeback com falta de inteligência, mas ele é, na realidade, um cão muito esperto, muito sensitivo com as emoções e estados de humor de seu dono.

Os Ridgebacks são bons com outros cães?

Sim… uma das funções originais da raça era caçar leões, e eles faziam isso em grupos, então eles aprenderam a conviver com outros cães.

Os Ridgebacks podem viver com um gato na mesma casa?

Sim. Quando o gato parar de correr, o cão irá parar de persegui-lo. Se o gato ainda tem suas garras, o cão aprenderá rapidamente a respeita-lo. Se o gato teve suas unhas cortadas, irá demorar um pouco mais. Mas sendo os Ridgebacks territoriais, ele continuará perseguindo gatos estranhos à casa.

Essa raça precisa cercas no jardim e deve ser mantido na coleira, quando fora dessa área?

Um jardim cercado é bom, uma coleira é ótima! O Ridgeback ADORA correr! Sua notável habilidade para correr chega a ser bonita de observar, mas pode causar problemas para o proprietário. Ver algo interessante como um gato, um esquilo ou outro cão, pode faze-lo ir embora sem pensar no trânsito ou em outros perigos.

O dono de um Ridgeback deve entender e estar preparado para esse tipo de coisa, evitando possíveis tragédias. Treinamento básico de obediência ajuda a estabelecer uma mistura de amor e respeito entre o Ridgeback e seu dono, mas isso não substitui o bom senso. A melhor maneira de proteger um Ridgeback do perigo é exercita-lo com uma coleira longa ou dentro de uma área cercada.

A cerca deve ter que altura?

A altura deve ser suficiente para impedi-lo de saltar a cerca. Um Ridgeback pode facilmente transpor uma cerca com 1,20m de altura e já foram vistos saltos sobre cerca com 1,5m, sem uma corrida para ganhar impulso! Entretanto, se não for deixado em seu jardim por períodos de tempo muito longos, ficando estressado, ele não deve tentar ultrapassar a cerca. O tédio cria “gênios da fuga”.